• Slide 3
  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 4
  • Slide 5
  • Slide 6

Notícias Ecclesia

I Domingo Quaresma - A

DOMINGO I da QUARESMA – Ano A
Diante da Palavra

Vem Espírito Santo e preenche o meu interior para que eu possa sentir os Teus movimentos e insinuações em mim!

Evangelho segundo S. Mateus 4, 1-11
Naquele tempo, Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto, a fim de ser tentado pelo Diabo. Jejuou quarenta dias e quarenta noites e, por fim, teve fome. O tentador aproximou-se e disse-lhe: «Se és Filho de Deus, diz a estas pedras que se transformem em pães». Jesus respondeu-lhe: «Está escrito: ‘Nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus’». Então o Diabo conduziu-O à cidade santa, levou-O ao pináculo do templo e disse-lhe: “Se és Filho de Deus, lança-Te daqui abaixo, pois está escrito: ‘Deus mandará aos seus Anjos que te recebam nas suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra ‘». Respondeu-lhe Jesus: «Também está escrito: ‘Não tentarás o Senhor teu Deus’». De novo o Diabo O levou consigo a um monte muito alto, mostrou-Lhe todos os reinos do mundo e a sua glória, e disse-Lhe: «Tudo isto Te darei, se, prostrado, me adorares». Respondeu-lhe Jesus: “Vai-te, Satanás, porque está escrito: ‘Adorarás o Senhor teu Deus e só a Ele prestarás culto’». Então o Diabo deixou-O e aproximaram-se os Anjos e serviram-no.

Caros amigos e amigas: a Palavra hoje interpela-nos a acolher o Senhor como centro da nossa vida.
Interpelações da Palavra

Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto…
Nos momentos da vida em que experimentamos vazio, dificuldade, aridez quase sempre o associamos a um afastamento de Deus ou a uma armadilha colocada pelo tentador. O Senhor, hoje, de modo muito objetivo desconstrói essa perceção enraizada e lembra que essa viagem ao inóspito e agreste é muitas vezes intencional e é o próprio Espirito que nos impele. Sabemos por experiência que a voz do Senhor é límpida e clara quando nos libertamos do supérfluo e do ruído e ficamos apenas em contato com o mais profundo de nós, com a Verdade, com o deserto, ainda que doa! Este saudável jejum é o saudável alimento que dispõe o nosso coração para uma relação transparente e sincera com Deus.

Se és Filho de Deus…
É muito curioso que as três tentações tocam explicitamente a nossa dignidade mais profunda – a de ser filhos de Deus! Qualquer que seja a natureza das tentações que vivemos- a da auto-satisfação exagerada, a de domínio de Deus ao querer usá-lo para proveito próprio e, as que afastam de Deus e impelem a dominar o outro, todas elas tocam a raiz profunda da nossa condição de Filhos. Vivemos grande parte do tempo na desconfiança! Vivemos habitados pelo “Se”, por esta condicionante que introduz a dúvida que em nós penetra como espada afiada até ao núcleo vital! Na verdade, ser filhos amados de Deus é de tal forma grandioso e assombroso que, ou se acolhe como puro dom e se vive em permanente agradecimento e espanto, ou ocupará com desconfiança o nosso coração e não permitirá uma vida plena.

Vai-te, Satanás…

Face às tentações diárias e constantes há que adotar posição clara com gestos, palavras ou atitudes precisas! Exclamar “vai-te Satanás” constitui o grito do coração que explicita o desejo profundo de libertar a dúvida, a confusão e a ambiguidade que tantas vezes habita no nosso interior. Só a desocupação desse espaço permite que a paz habite e assim, pela humildade, deixar que o próprio Deus nos sirva a Sua Palavra que é o único meio eficaz para enfrentar, combater e fortalecer a nossa debilidade estrutural. A Palavra é o recurso mais forte e robusto de combate contra a tendência inata em nós de querer pôr Deus à prova. Só a Palavra nos ajuda a ser unos interiormente e não divididos, fraturados.

Rezar a Palavra
Senhor, quando me impelires ao deserto, ajuda-me a ser consciente que a dificuldade, a humilhação, a dúvida, a aridez só se pode vencer com a força da Tua palavra e que se me foco apenas nas minhas forças afundo-me na areia, nas circunstâncias adversas da vida.
Ajuda-me , Senhor, a ter a coragem de gritar o Teu nome e a confiar no poder do Teu Amor que me relembra a dignidade de ser Filha de Deus !


Viver a Palavra

Durante esta semana vou invocar uma palavra Tua de súplica
quando me confrontar com os obstáculos quotidianos.

Isabel G Silva, FaMVD

Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscreva a nossa Newsletter:

© 2013 SFRJS Todos os direitos reservados