• Slide 3
  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 4
  • Slide 5
  • Slide 6

Notícias Ecclesia

Sagrada Família - Ano A

Domingo da Sagrada Família – Ano A

Diante da Palavra

Vem, Espírito Santo, e com a tua Luz me ilumina e me levanta!...

Evangelho segundo S. Mateus 2, 1-14
“Depois de os Magos partirem, o anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse-lhe: ’Levanta-te, toma o Menino e sua Mãe e foge para o Egipto e fica lá até que eu te diga, pois Herodes vai procurar o Menino para O matar.’ José levantou-se de noite, tomou o Menino e sua Mãe e partiu para o Egipto e ficou lá até à morte de Herodes. Assim se cumpriu o que o Senhor anunciara pelo profeta: ‘Do Egipto chamei o meu filho.’ Quando Herodes morreu, o anjo apareceu em sonhos a José, no Egipto, e disse-lhe: ‘Levanta-te, toma o Menino e sua Mãe e vai para a terra de Israel, pois aqueles que atentavam contra a vida do Menino e sua Mãe já morreram.’ José levantou-se, tomou o Menino e sua Mãe e voltou para a terra de Israel. Mas, quando ouviu dizer que Arquelau reinava na Judeia, em lugar de seu pai Herodes, teve receio de ir para lá. E, avisado em sonhos, retirou-se para a região da Galileia e foi morar numa cidade chamada Nazaré. Assim se cumpriu o que fora anunciado pelos Profetas: ‘há-de chamar-Se Nazareno.”

Caros amigos, avisados pela Palavra deste Deus feito Menino, contemplemo-Lo no presépio junto da Virgem Maria e de São José, qual Sagrada Escritura viva, em que se cumpre o sonho de Deus para nós: o Emanuel! ... E a Trindade Santíssima vislumbra-Se através do amor humano, chegado à plenitude na Sagrada Família!

Interpelações da Palavra

“O anjo do Senhor apareceu em sonhos a José ...”
Como era profunda a intimidade de São José com Deus! Que bela é a verdade do amor de Deus que se aproxima e se manifesta ao homem para fazer a História com ele! Que bela é a verdade da oração, pela qual o homem é capaz de comunicar e crescer numa amizade profunda com Deus! Ó Abismo do infinito amor de Deus por cada um de nós! Na verdade, como Maria, José, o pai do novo Moisés, é também um grande amigo de Deus. Fala com Ele face a face: com uma fé inquebrantável, alimentada na assídua oração, aí escuta a voz de Deus no seu íntimo e em consciência dispõe-se a agir. José, humilde e silencioso, perscruta a vontade de Deus, “ainda que de noite”!

“José levantou-se de noite, tomou o Menino e sua Mãe e partiu ...”
Sim, tal como Maria, na noite da fé, onde o entendimento é incapaz de compreender tudo ou mesmo quase nada, São José cala-se e sossega-se numa total confiança na bondade de Deus. Sempre atento à realidade concreta da vida, São José, verdadeiro orante, não a substima, nem a ignora, nem se resigna, antes a medita, despe-se dos seus raciocínios e reveste-se da lógica de Deus. São José medita a realidade como ela se apresenta, escuta-a em Deus, vence as dúvidas e age em consequência: põe-se a caminho com “determinada determinação”. Ó feliz liberdade na obediência à voz de Deus! Assim como percebeu no seu íntimo que Maria estava grávida por obra do Espírito Santo, também agora sabe que deve partir para o Egipto, sabe quando deve regressar a Israel e por que deve ir morar para Nazaré!

“Assim se cumpriu o que o Senhor anunciara...”
São José, como Maria, no que dele dependia, “deixou” Deus cumprir o Seu plano de amor para toda a Humanidade e para toda a Criação! Ó imenso mistério da Encarnação! Ó inaudita humildade de Deus! Ó bem-aventurados os dóceis que deixam Deus livre para cumprir a Salvação! O anúncio dos Profetas era o sinal da esperança do abraço de Deus ao Homem, cujo início conhecido remonta à aliança com Abraão; quando Deus se fez Homem em Jesus, querendo para isso precisar de Maria e José, foi o culminar deste abraço divino: foi o cumprimento pleno e definitivo do transbordar do Seu Amor a todo o ser criado! Agora, Deus quer continuar a precisar de cada um de nós, para renovar em nós este Seu abraço! Como tudo se torna mais simples quando nós O deixamos livre! Nas encruzilhadas da vida, nas supresas desagradáveis, nas tribulações inexplicáveis ou nas dores da injustiça, se acreditamos, num puro acto de fé, como Maria e José, que tudo concorre para o bem daqueles que O amam, Deus cumpre o seu plano de amor em nós, não como um destino pré-determinado, mas ajustando-Se infinitas vezes à pequenez dos nossos horizontes e elevando-nos às grandezas do Seu Amor!

Rezar a Palavra e contemplar o Mistério
Jesus, Maria e José, abençoem todas as famílias com o dom preciosíssimo da oração!
Dai-lhes a vossa Luz! Há muitas famílias com fome de pão e de amor! Dai-lhes trabalho e a vossa ternura! Há muitas famílias sem casa e sem terra! Dai-lhes um lar no seu povo! Há muitas famílias que querem ter mais filhos, mas temem o futuro! Dai-lhe a vossa confiança!
Jesus, Maria e José, há muitas famílias envenenadas pelo consumismo! Dai-lhes o gozo da partilha e da simplicidade! Há muitas famílias geladas pela comunicação digital! Dai-lhes o calor do vosso diálogo! Jesus, Maria e José, cresce densa a escuridão da “noite” sobre as famílias! Há muitas famílias que já não sabem o que é ser família! Há muitas pessoas que já não sabem o que é ser pessoa!
Jesus, Maria e José, fazei de mim um instrumento vosso, para que em todos se cumpra o plano de amor de Deus! Amén.

Viver a Palavra
Quero fazer as mais pequenas coisas por Amor, para que todos conheçam o Amor de Jesus, Maria e José!

Ir.Lúcia Maria, Carmelo de Nª Senhora Rainha do Mundo,  Faro

Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscreva a nossa Newsletter:

© 2013 SFRJS Todos os direitos reservados