• Slide 3
  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 4
  • Slide 5
  • Slide 6

Notícias Ecclesia

Faleceu a Ir. Elisabete Veiga

IR. MARIA ELISABETE VEIGA
1950 – 2020

Maria Elisabete Veiga nasceu na aldeia de Coelhoso, Concelho de Bragança, a 2 de outubro de 1950. Ingressou no postulantado das Servas Franciscanas Reparadoras de Jesus Sacramentado, em 17 de Setembro de 1967. Fez a sua primeira Profissão a 15 de agosto de 1970, após o que integrou em Bragança as comunidades de Santa Clara e do Lar da Imaculada onde iniciou o seu trabalhou com crianças. A mesma função desempenharia em Loivos e na Santa Casa da Misericórdia de Mirandela. Entre os anos de 1979 e 1982 fez o curso de Educadora de Infância no Porto, no Instituto Paula Frassinetti. 

 

No ano de 1982 integra a Comunidade de Santa Clara, em Bragança, trabalhando como Educadora de Infância até ao ano de 2004, no Jardim Escola de Santa Clara.
Durante este período assumiu diversos trabalhos que lhe foram pedidos na Congregação, concretamente: redactora do Boletim VIVER. Fez parte da comissão de preparação dos Capítulos celebrados em: 1986 e 1998.
Foi uma das fundadoras do Secretariado da JEF (Juventude Eucarística Franciscana), desde a sua criação, em 1988, até ao ano de 1998, e no qual participou com enorme dinamismo e criatividade, potenciando a pastoral juvenil da Congregação.
No ano de 1993 foi encarregue, pelo Conselho Geral, para a Comissão de dinamização das celebrações do Centenário de D. Abílio Augusto Vaz das Neves.
A nível da Diocese de Bragança-Miranda: colaborou nas celebrações do Ano Internacional da Juventude, em 1984. Em 1992 foi designada pelo Conselho Geral para colaborar no Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional, até ao ano de 2001.
No ano de 2004 foi transferida para a Casa de Santa Maria dos Anjos assumindo a orientação da Comunidade e integrando-se no Centro Social Paroquial, e dirigindo este trabalho pedagógico, com grande competência e dinamismo. Ao mesmo tempo colaborou activamente na pastoral da paróquia, na Catequese e sobretudo na formação de acólitos.
Tendo interrompido a sua missão como Superiora da comunidade em 2013, volta a retomá-la em Setembro de 2019. No mês seguinte Outubro começaram a manifestar-se os sintomas de uma doença neurológica, degenerativa e irreversível, que a exauriu durante os meses que se seguiram, vindo a falecer na manhã do dia 17 de março de 2020.
O seu funeral realizar-se-á em Coelhoso, no dia 18 de março, em celebração privada, por causa das fortes medidas de contenção que estão a ser adotadas a nível nacional.
Logo que estejam reunidas as condições de segurança, a Congregação prevê marcar uma celebração, com abrangência pública, para homenagear a Ir. Elisabete. Entretanto, dando graças pelo dom da sua vida, pedimos a oração de todos, para que o Senhor a receba no Reino da Luz e da Paz.

Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscreva a nossa Newsletter:

© 2013 SFRJS Todos os direitos reservados