• Slide 3
  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 4
  • Slide 5
  • Slide 6

Profissão da Irmã Carla Maria Joaquim

No dia 4 de janeiro acolhemos com alegria a profissão da nossa irmã Carla Maria Joaquim, em Moçambique.

Experimentando a alegria da presença do Amor que veio fazer morada entre nós, damos conta de que somos amadas por este Filho do Pai Eterno que se fez Carne, e se apresentou à humanidade sendo um de nós, exceto no pecado.

A alegria de termos connosco o Senhor da Glória, que se manifesta na nossa vida das mais variadas formas, leva-nos a entoar com a alma e do fundo do coração um hino de louvor pelo dom da PROCURA, da DESCOBERTA, do ENCONTRO, da OFERTA, do SERVIÇO e da ADORAÇÃO. E mais, neste feliz encontro saboreamos a alegria do Amor Fraterno. Experimentamos a alegria de sermos irmãs no meio de tantas diferenças e dons incomparáveis. É bom e agradável saborear o amor que brota do coração de quem vive um mesmo ideal de vida e saboreia o ser e a vida palpitante em cada uma de nós.
O amor habita-nos no longe e no perto, na alegria e na dor. Somos família e por isso, a corrente desse amor que nos liga, faz-nos partilhar o dom da vida e da vocação de cada irmã.
Sermos muitas ou poucas, é dádiva do Senhor, é presente de amor que não se questiona, mas acolhe-se com muita alegria. Todas as coisas a Ele pertencem e por isso nós, somos pertença Dele, vivemos nas Suas mãos, mesmo que o coração trema de medo, assalta-nos a palavra sussurrada ao nosso coração que nos diz: Não temas, estou por perto, vigio contigo, amo-te, procuro-te.
Tudo se planeava nos nossos projetos, a Profissão da Noviça Carla Maria Joaquim, porém, as surpresas do Senhor são sempre inesperadas. Algo, nos desorganizou a nossa vida exterior e interior. Há visitas que não desejamos, mas aparecem e deixam um rasto de dor e tristeza na alma, que vai levar o seu tempo a apagar. Conclusão: a Solenidade da Imaculada Conceição tinha de ser vivida sem a Profissão da Carla. Porquê? Precisamente por falta de serenidade, de tranquilidade, de paz e de sossego interior que havíamos perdido. Mas também, a Ir. Anunciação havia sido muito ferida nesta visita feita pela calada da noite por malfeitores que nos roubaram a paz e a segurança. A irmã, não tinha disposição, nem saúde física para costurar o enxoval da Carla. Daí, o pensar neste dia, quatro de janeiro, porque a Manifestação de Jesus a todos os homens acontecia precisamente no dia cinco de Janeiro.
Foi uma bela e singela festa, vivida com o dinamismo que brota do interior e se sente exteriormente. Reunimo-nos em família. Estes momentos são sempre muito ricos. Todas as formandas se reúnem em festa à Noviça professante e são elas e eles que dão vida, cor e movimento a toda a celebração.
Presidiu a este ato solene da Profissão Religiosa o Frei Amaral, Custódio da ordem dos frades menores em Moçambique. Com ele esteve o seu vigário, Frei Henrique Vascones, O frei Juma, O frei António dos Menores Capuchinhos e um padre Verbita, que se fez acompanhar de alguns dos seus formandos.
A família da Ir. Carla estavam felizes e deixaram transparecer essa mesma felicidade no momento da entrega que faziam da sua filha ao Senhor. As Servas Franciscanas Reparadoras aos poucos vão vendo crescer as suas irmãs em sabedoria e graça. Eram quatro as do grupo, mas só a Carla se dispôs a procurar, servir, amar e adorar o Senhor que veio a ela, e nela quis fazer a Sua morada. Por ela, damos graças a Deus e estaremos sempre juntas para criar à volta dela um elo de proteção de forma a manter sempre viva a sua fidelidade ao Senhor.
Tudo esteve preparado ao pormenor. Tanto esforço e cansaço que não há palavras para descrever este dia. Cada uma com seu dom, com seu talento, tudo deu para que tudo fosse perfeito e belo. Todas unidas somos mais fortes e conseguimos realizar aquilo que é bom e agradável aos olhos do Senhor.
Se os amigos são importantes na nossa vida e nunca podemos caminhar sós, podemos dizer que eles estiveram bem presentes neste momento de crescimento da Congregação. Há gestos, há atitudes, há presenças que não têm justificação. Eles, amigos, são presentes de Deus na nossa vida e por isso marcaram a sua presença partilhando a nossa alegria.
Por todo o bem, pela vida, pelo amor, pelo ideal que nos irmana, damos graças ao Senhor, Aquele que nos desperta o gosto para vivermos a alegria do Carisma na Igreja e para a Igreja. Somos um todo em missão e Nele comunicamos a alegria do ser e viver o Evangelho da Vida.
Auguramos para a Carla: Felicidade, Fidelidade, Procura, Encontro e doação da sua vida ao Senhor.


Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscreva a nossa Newsletter:

© 2013 SFRJS Todos os direitos reservados