• Slide 3
  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 4
  • Slide 5
  • Slide 6

Notícias Ecclesia

Encontro de Formação SFRJS 2019

“Todas as minhas fontes estão em Ti”, foi o tema do encontro de formação permanente das Servas Franciscanas, integrado no lema do ano pastoral 2019/2020 “Eucaristia, fonte do nosso viver”. A Casa de Nossa Senhor de Fátima, em Macedo de Cavaleiros, acolheu o primeiro turno da formação, no passado dia 26 de outubro. O segundo grupo de irmãs reunir-se-á no próximo dia 16 de novembro.

Dinamizado pelo Sr. Pe. José Luís Amaro Pombal, o encontro decorreu à volta das propostas já lançadas no caminho da preparação para o 52º Congresso Eucarístico Internacional, que decorrerá em 2020 em Budapeste, com este mesmo tema.
Ao longo da manhã, o Sr. Pe. José Luís foi-nos interrogando sobre a nossa “forma de ser eucaristia”, que tão plasmada está no nosso carisma. Deixamos aqui uma partilha breve das propostas dessa manhã:
Como tenho sido pão partido no trabalho e na missão? Somos chamadas a ser sangue derramado!
Da espiritualidade franciscana ecoa também o grito: "Francisco, vai e repara a minha Igreja!"
Mas, afirma, não conseguimos reparar sem o vínculo à eucarística,  que nos repara primeiro.

Descendo à frase que orienta a manhã de formação, retirada do salmo 87, “Todas as minhas fontes estão em Ti”, aprendemos, com o salmista a ter lábios que cantam e bailam, caso contrário esse grito não é verdadeiro.  Devemos arriscar uma vida “eucaristizada”, pois só quem vive com a gratidão na boca pode rezar "todas as minhas fontes estão em Ti".
Quando queremos ser deuses sem Deus, tornamo-nos cisternas rotas... Mas é do altar da eucaristia que brota uma fonte, a corrente da graça. Na eucarística mostramos ao mundo que somos atraídos por Cristo. É a eucaristia que faz a igreja e que nos faz como congregação.

Falando da sua experiência pessoal, diante do mistério eucarístico, sublinhou, ainda na primeira parte dessa manhã, três momentos:
* Beijar o altar... "amigo, a que vieste?", um rito, uma traição, ou um encontro que me transforma.
* Na liturgia da palavra Cristo não nos fala do passado. Fala para hoje e para mim! É a Palavra que nos interpreta a nós.
* “Não me faltes que me faltas”... porque a eucaristia só é fonte de vida se há sede...

Na segunda parte do encontro, abordou a temática da eucaristia como fonte de missão, pois na comunhão eucarística nasce a disponibilidade para a construção da fraternidade e precisamos renovar a nossa missão à luz da Eucaristia. A nossa missão implica sempre uma saída de nós mesmos:

* Ad intra - Missão dentro da nossa própria congregação. Doação total de si ao Senhor. Na eucaristia uno a minha doação à doação de Cristo e gera-se uma cultura de fraternidade. Olhando a vida comunitária, as nossas desigualdades devem ser oportunidades de comunhão, não uma fonte de divergência. Os talentos (individuais) ajudam ao bem comum. Evidenciar as desigualdades para criar divisão é trair o Espírito Santo. Deixemos que o Espírito Santo brinque com as nossas diferenças.

* Ad extra - missões no trabalho social e pastoral.
A) Não permitir que as devoções não fomentem a comunhão: teologia eucarística individualista. Pois quando não fomentamos a comunhão não estamos a viver a eucaristia. Nenhuma palavra ou gesto será salvífico se não for para o bem comum.
A adoração individual só faz sentido se for num clima de comunhão eclesial, algo que alimenta a nossa entrega na comunidade.

B) Cuidado pastoral com a eucaristia. Leitura do nosso contributo na participação da liturgia das nossas comunidades. Reinventar sempre as formas de colaborar para que a participação ativa dos fiéis seja mais concreta e mais adaptada. Evitemos a criação de uma elite que absorve para si mesmo a preparação e celebração da eucaristia.

C) O culto eucarístico fora da missa. Não é este o centro e o único das Servas Franciscanas. A adoração prolonga e intensifica a celebração eucarística. Neste encontro pessoal amadurece a minha missão social, não uma ilha pessoal desfasada do mundo. Na adoração, devemos promover sempre o cuidado com a Palavra de Deus.
O encontro terminou com a celebração da eucaristia na capela da Casa de Nossa Senhora de Fátima.


Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscreva a nossa Newsletter:

© 2013 SFRJS Todos os direitos reservados