• Slide 3
  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 4
  • Slide 5
  • Slide 6

XVIII Capítulo Geral das Servas Franciscanas Reparadoras de Jesus Sacramentado

Entre os dias 23 e 29 de Junho de 2019 a Congregação das Servas Franciscanas Reparadoras de Jesus Sacramentado celebrará o seu XVIII Capítulo Geral. Nele participarão 32 Irmãs provindas de Portugal, Angola, Brasil e Moçambique, países onde a Congregação está radicada.

Os trabalhos em agenda passam inicialmente por um tempo de avaliação do triénio precedente, mediante a apresentação e análise de vários relatórios referentes à missão das Servas Franciscanas Reparadoras. Desta avaliação sairão propostas, coadjuvadas pela reflexão que as comunidades foram fazendo ao longo do ano e serão apresentadas para concretização ao Governo-Geral. Este Capítulo terá também como missão o diálogo e tomadas de decisão sobre outros assuntos que dizem respeito à orgânica e à missão do Instituto.

Atualmente fazem parte da Congregação das Servas Franciscanas Reparadoras 159 membros distribuídos por 30 comunidades, radicadas nos países a que já se aludiu. “A característica principal da nossa Congregação no seio da Igreja, está expressa no seu lema “Adoremus in aeternum Sanctissimum Sacramentum”, que há-de concretizar-se no amor, adoração e reparação a Jesus Sacramentado.” (CC Artº 5º, §1), por isso as Irmãs desenvolvem um trabalho social e apostólico, muito centrado na sua espiritualidade típica.
Dedicam-se a várias obras sociais, com incidência na educação, no apoio à juventude em risco e ao apoio à terceira idade. A nível pastoral destaca-se o seu empenho na pastoral catequética e litúrgica, bem como na dinamização do Movimento Eucarístico de Leigos o qual partilha do seu carisma eucarístico.
A Congregação tem ainda 18 jovens na formação inicial, ou seja em preparação para assumirem este Carisma, inspirado a Alzira da Conceição Sobrinho no ano de 1916 e que seria concretizado na vida comunitária dos primeiros elementos a partir do ano de 1941. A Congregação foi erecta canonicamente a 15 de Agosto de 1950, por D. Abílio Augusto Vaz das Neves, Bispo da Diocese de Bragança-Miranda e em 1 de Novembro de 1991 foi reconhecida como Instituto de Direito Pontifício.
Conscientes de que um Capítulo nunca é um momento de celebração privada, mas que terá repercussões na Igreja Universal e na sociedade que as envolve, as capitulares encomendam-se à oração de todo o povo de Deus para este momento forte de discernimento e de escuta. Sob o lema missionário “do Coração Eucarístico para o Coração do mundo” querem elas que o Espírito Santo as guie e conduza a haurir da fonte Eucarística gotas de esperança e de caridade para o mundo aonde são enviadas.

Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscreva a nossa Newsletter:

© 2013 SFRJS Todos os direitos reservados